quinta-feira, 23 de junho de 2016

Soneto pra ninar meu Amor

Dorme suavemente, Doce Querida,
não preocupe com o vento lá fora,
pois as alegrias e prazeres da vida
estão em seu lindo sorriso agora!

Dorme docemente, Suave Querida,
os anjos e as fadas vêm lhe visitar, 
pra vê-la assim tão bela desfalecida,
e ao seu repouso as liras irão tocar!

Dorme suavemente, Doce Querida,
o tempo dará uma pausa na vida
para que seja bom o seu repousar

enqto em mim a lágrima distraída
amorosamente e breve em seu rolar
revela meu coração feliz a lhe ninar!

Nenhum comentário:

Andarilho