Páginas

domingo, 10 de abril de 2016

Beleza fascinante

Já pesquisei em alfarrábios,
vasculhei por pergaminhos escondidos,
pedi orientações a oráculos e sábios
mas, não achei defesa para seu sorriso!
Assim como Júlio César e Gengis Khan,
outros e muitos perderam impérios
ao desistirem de um novo amanhã
apenas por sorriso feito o seu tão belo!
E hoje me vejo entregue e vencido
por esta beleza fascinante e sem igual
feito menino a brincar feliz no quintal
sem ver nada que possa haver de mais bonito,
até porque não há nada mais neste infinito
que seja melhor que seu olhar celestial!

Nenhum comentário: