quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Tristezas, suores e açoites

Amor, eu sinto tanto a sua falta
e a falta é a morte da esperança,
esta saudade tanto grita qto mata,
tortura a mente todas as lembranças!

Amor, solidão só mata a noite
qdo a gente procura com quem falar
sofrendo tristezas, suores e açoites
eu aqui sem você e você de lá!

Amor, eu sinto muito a sua falta
e a saudade que tanto grita qto mata
na sofrência que nem Pablo consegue

pois, você não ata nem desata
nas baladas e bebidas em que me esquece
nos braços de quem não lhe merece!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...