quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Soneto paulista

Há poesia em sua falta de simetria,
seus arranhas céus arranham a vista,
seus bairros, penhas, vilas marias
com dias eternos na Av. Paulista!

Há muito amor em seus metrôs,
na música suave de seus pianistas,
sua gente rica guerreira de valor
não se repetem na Av. Paulista!

Há poesia em sua falta de simetria
em seus bairros penhas, vilas Marias
com pianistas nas portas do metrô,

poetas loucos cantores do dia a dia
provando que em SP tem muito amor
na sua Paulicéia desvairada e de valor!

Nenhum comentário:

Intimidade com Deus