domingo, 29 de novembro de 2015

Algumas Fotografias

Olhando para algumas fotografias
não me cobro o que não deu certo
vejo sim, com uma dose de alegria
o fim mostrou que era o correto!

Olhando para algumas fotografias
não cobro de mim o que não fiz 
se tive dor, também tive alegrias
e foi neste caminho que cheguei aqui!

Olhando velhas fotografias
agradeço a Deus a dor e a alegria
que ao surfar nelas cheguei aqui

e quando a morte vier no seu dia
ela verá que estarei a sorrir,
certo ou errado a minha história eu vivi!

Os oportunistas de plantão

Os oportunistas de plantão
abusam da minha incoerência,
criam boatos contra a nação
pois sabem que não verifico procedência!

Os oportunistas de plantão
abusam da minha falta de bom senso
criam notícia falsa ou ilusão
por crerem que controlam o que penso!

Os oportunistas de plantão 
criam notícias falsas sobre a nação
por contarem com minha falta de bom senso

mas, eles em breve ainda verão
que tudo aquilo em que penso
controlo através do meu sentimento!

Museu

Neste museu de velhas novidades
vejo o futuro repetindo o passado
enquanto o botão da atualidade
não revela o que se faz de errado!

Neste museu de velhas novidades
o futuro repete os erros do passado
enquanto que como humanidade
não revelamos o que temos desejado!

Neste museu de velhas novidades
perdemos aos poucos a humanidade
repetindo no futuro os erros do passado

buscando companhia ao invés de felicidade
sem reconhecermos que tem algo errado
quando achamos normal o irmão morrer do nosso lado!

Uma noite fria

Uma noite fria uma boa desculpa
para tomarmos uma taça de vinho
e curtimos a noite debaixo de chuva
afinal, tudo é possível qdo sozinhos!

Uma noite fria debaixo de chuva
pede uma taça de vinho e algo mais
e tudo serve de desculpa
pra nós dois curtirmos a bailar!

Uma noite fria debaixo de chuva
é pra nós a melhor desculpa
pra curtimos a noite a brincar

de médico, casinha ou de luta
deixando o que for bom desenrolar
pois sabemos que sendo bom não vai parar!

O amor venceu

Já tive medo deste olhar
que invade docemente o meu,
medo de novo me apaixonar
mas, não percebi e o amor venceu!

Já tive medo deste sorriso
que feito miragem me enterneceu
e quando quis evitar o perigo
não percebi que o amor venceu!

Sempre paguei pra não lhe ver,
pintava o diabo em forma de você
pois meu sonho por sua causa se perdeu

e hoje me veio esta vontade imensa de viver
como nenhum homem jamais viveu
tudo porque não percebi que o amor venceu!

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Nossas lágrimas

Não fui vê-la chorar no Bataclan,
você não viu minhas lágrimas no Rio Doce
agora olhamos triste para o amanhã
sendo fortes contra a dor que a chuva trouxe!

Você não viu minhas lágrimas a escorrer
sobre as águas turvas do Rio Doce,
eu não fui  vê-la quando estava a sofrer
olhando as velas que a dor trouxe!

Sabemos cada um do seu lado
que toda dor e desagravo
um dia deixará de existir

e independente da lama ou atentado
em breve voltaremos sim a sorrir
estejamos em Mariana ou mesmo Paris!

Acalanto ao gigante

Dorme país que não vê seus corruptos
dilacerando a revelia a nação
que com gritos de ordem fajuto
finge lutar contra a corrupção!

Usamos o Wifi do vizinho,
pagamos gorjeta ao guarda,
para que ninguém veja que sozinhos
somos corruptos na vida privada!

Queremos honestidade na política
mas, tiramos xerox no trabalho,
compramos DVDs roubados,

fazemos passeatas críticas
ateando fogo nas rodovias
depois de assistirmos nossa TV a gato!

Barragem de Mariana

Independente do momento político
a barragem de Mariana rompeu
e esquerda ou direita com isto
pouco se preocupou ou mexeu!

De helicópteros eles passaram a distância
afinal, eles tem horror ao povo
que pra eles só vem a lembrança 
quando precisam se elegerem de novo!

Independente do momento político
sei que constantemente pareço crítico
mas, eles não apresentam nada de novo

e como sempre criam o cataclismo
as custas da vida do povo
que como sempre acredita nos engodos!

domingo, 22 de novembro de 2015

Eles não ligam pra ninguém

O povo muito é solidário ao povo
e sempre se socorre nas tragédias
seja pra amparar o velho ou o novo 
pode-se contar com a gente desta terra!

Abutres, politicos e oportunistas de Valadares
estes sim, não ligam pra ninguém
e soçobram em todos os lugares
pois, o único interesse é se dar bem!

Sobrevoam tragédias com arrogância
vêem a dor alheia com distância
e só se preocupam em se dar bem

com discursos carregados de pedância
passam com o olhar de desdém
e é fácil perceber que eles não ligam pra ninguém!

sábado, 21 de novembro de 2015

Professor

Todo homem pode ser cantor,
piloto, motorista ou poeta
mas, todos precisam de professor
até os que tem sabedoria manifesta!

Toda mulher pode ser atriz,
Greta Garbo, Fernanda Montenegro
nascida para ser sempre feliz
a sabedoria concreta e sem medo!

Todo ser vivo pode ser um fator
naquilo em que se põe a realizar
sem importância de qual seja o lugar

e o vivente de maior poder e valor
sabe que sem um bom professor
não chegaria a nada conquistar!

Negra Bá

Negra Bá criou os filhos do senhor
e não pôde ver os filhos crescer
quando jovem mucana na cama com dor
mas a arruma da casa não deixava de fazer!

Negra Bá amamentou os filhos do patrão
mas, os dela foram vendidos feito bicho
enquanto humilhada e estuprada no chão
aguentando desrespeito e castigo!

Hoje seus descendentes estão livres
sendo mortos sob um estado do medo
que qdo não os mata sufoca seus desejos

sem assumir que o preconceito existe
pois foi ensinado a eles e é o que persiste
a idéia de que o negro não apoia o negro!

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Carimbo oficial

A tragédia do crime ambiental
que é por culpa da Samarco
não mostra o órgão oficial
que libera documentos para o ato!

A Samarco tem que pagar tudo
que por sua culpa a lama encobriu
mas, o órgão que aprova entulhos
de repente, nunca existiu!

É preciso cobrar tudo da Samarco
mas, se do governo o órgão oficial
sair impune deste lamaçal

veremos terrores e descalabros
nos quais o povo pagará com a vida os pactos
assinados com timbre e carimbo oficial!

Disco voador

Cansado de tanta violência e horror
busco em mim a origem de Deus
e peço apenas ao disco voador
perdão pela ignorância e erros meus!

O homem é um ser que vaga
em busca de paz fazendo guerras
mostrando que intolerância é praga
que se esparrama por toda a terra!

Cansado de tanta violência e horror
espero que chegue o disco voador
mostrando a importância do ser vivo

que sabe que precisa de que seu valor
todos os dias seja reconhecido
e para isto ele só depende do livro!

Nossos políticos

Pela logística do terror
o Brasil não corre risco
pois, o mundo sabe o horror
que representam nossos políticos!

Aqui eles não usam armas
nem disparam tiros nem explosões
pois, o dano é maior que balas
quando mostram suas intenções!

Aqui não tememos que terroristas
destruam o que o povo conquista
afinal, temos nossos políticos

que se aliam a qualquer oportunista
que por trás de contratos de risco
garantem a morte do povo pacífico!

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Mariana e Paris

Lágrimas e pranto por Paris e Mariana
vítimas da ganância e ódio dos homens
seres que tiveram sua origem na lama
mas, carregam no coração um mal sem nome!

Lágrimas e pranto por Mariana e Paris
depois de tanta ganância e violência,
cidades onde todo mundo pode ser feliz
mas, a maldade dos homens mata a inocência!

Pranto e lágrimas por Mariana e Paris
na esperança de que o povo volte a ser feliz
sem medo de tiroteios e lama

na certeza de que todos possam sorrir
sabendo que o ódio e a ganância
não causem o fim da história humana!

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Rio Doce

Paris arde em tiros e chamas
e você me pede um poema de amor
no instante que o Rio Doce sob a lama
lentamente agoniza em dor!

A humanidade mata porque é inteligente
ou é inteligente porque mata?
Um dilema em que cria tragédias e acidentes
numa avidez de consumir ingrata!

Paris arde em tiros e chamas
no instante em que Mariana
vê o Rio Doce agonizando

ao arrastar dor e morte na lama
apenas porque o fator humano
destrói tudo o que vai ignorando!

Crônicas de Mariana

Enquanto o país lamenta a França
o barro se condensa no Rio Doce,
fora a família não se lamenta as crianças
na tragédia que a lama aos poucos trouxe!

A chuva ameaça chegar de repente
espalhando a lama que acelera o massacre
contra a natureza, vítima inocente
da ganância dos homens de Marte!

Ninguém faz as crônicas de Mariana
porque o país já se acostumou com a lama,
os terroristas daqui usam terno e gravata

e para eles a vida ou natureza é grana
que se negocia em troca de mamatas
pois sabem que o povo gosta dos canalhas!

domingo, 15 de novembro de 2015

Paris e Mariana

É normal que gostem de Paris
mas não esqueçam Mariana
afinal nas duas dá pra ser feliz
apesar dos atentados ou da lama!

Paris é a cidade luz do mundo
onde alguns realizam sonhos,
Mariana virou um lamaçal imundo
vítima da ganância de homens medonhos!

É normal gostar de Paris
pra quem quer realizar sonhos
feito os versos que componho

mas todo mundo merece ser feliz
sentindo o ar puro entrar pelo nariz
e são vítimas de homens medonhos!

Mariana

Enqto o mundo lamenta tragedias
o governo não põe os pés na lama
mas, tem olhos grandes pra verbas
que é gerada na dor de Mariana!

O rio doce é amargo há anos
mas, eles tem olhos pra dinheiro
que pode cobrir desvios e rombos
da ganância dos abutres do governo!

Gritos de dor e desespero
por perdas ambientais e humanos
mas, a dor do povo serve de pano

para cobrir o interesse verdadeiro
do ambição e do imenso desprezo
para aqueles que visam apenas o ganho!

Paris

Um silêncio disconcertante
cortado pelos sons das sirenes
um grito de dor a cada instante,
um fio de vida frágil e perene!

Uma noite na cidade luz
cortada por tiros e explosões,
um grito de dor que se traduz
em dúvidas e indagações!

Homens e animais acuados
matam e morrem todo dia
por um deus que feliz comemorar

a imbecilidade de terroristas armados
que levam inocentes á dor e agonia
enquanto Paris iluminada chora!

sábado, 14 de novembro de 2015

Refém do medo

Ninguém sabe em quem confiar
quando se trata de desvios da nação
se a esquerda é iPhone e caviar
a direita nunca teve os pés no chão!

Não dá pra saber o que é pior
o pobre sem casa e assistencialismo
enquanto cheiradores de pó
aliados de um pseudo socialismo!

Não dá pra ver o que mais gera erros
a falta de humildade do governo
ou a arrogância de quem o combate

enquanto o povo refém do medo
vive fuçando a vida das celebridades
por não querer frear a ganância das autoridades!

O amor eterno

O amor eterno me despertou
pra viver mais um dia feliz
sentindo o perfume da flor
e ver minha linda feliz!

O amor eterno me mostrou 
como é bom ter alguém
tão bela feito perfume de flor
e que viva pelo nosso bem!

O amor eterno fez em mim
a certeza de um jardim
tão belo em cada flor

eu a procurei pra falar de mim
e deste imenso e eterno amor
foi então que ela disse : a fila andou!

Copo de vinho

As luzes da cidade acesas
enquanto tomo um copo de vinho
vendo-a tão bela e doce, Princesa,
a me desvendar um mundo de carinho!

As luzes da cidade tão claras
enquanto tomo um copo de vinho
vendo a você jóia tão bela e rara
se desnudando num mundo de carinho!

As luzes da cidade tão acesa
clareia a foto sobre a mesa
enquanto tomo um copo de vinho

a esperar sair do banho minha princesa
a se desnudar toda em amor e carinho
mostrando que não é bom viver sozinho!

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Na casa do poeta

Na casa de um poeta
você só encontra a felicidade,
lá todo dia tem alegria e festa
pra contagiar uma cidade!

Na casa de um  poeta todo dia
tem a hora da faxina e limpeza
na qual com a vassoura da alegria
a gente varre ressentimentos e tristezas!

Na casa de um poeta sempre
se encontra alguém feliz e contente
por estar em paz com a emoção

pois, na casa do poeta simplesmente
todo dia é dia de comemoração
porque a casa do poeta é o seu coração!

A idade do crime

No país da impunidade
a elite pede pena de morte
por ver que o crime não tem idade
e viver hoje é questão de sorte!

Andando pelo vale da sombra da morte
meninos já tem o destino traçado
num país refém de bandidos de sul a norte
com seus amigos defendendo-os no congresso e senado!

No país da impunidade
questões como a menoridade
faz da população amedrontada e refém

vítima fácil dentro de uma sociedade
onde cada vez mais não se confia em ninguém
pois bandidos e amigos são os únicos que ficam bem!

Vigilante do tempo

Eu, que sou um vigilante do tempo,
eu que vejo tanta iniquidade
sou testemunha de dor e sofrimento
e posso dizer: vale a pena a humanidade!

Eu, que sou testemunha da dor,
que vejo a maldade dos homens
matando jardins e a flor
apenas a seguirem o mal sem nome!

Eu que sei que sou eterno
mas amo a delicadeza do ser
que se faz através da eternidade

e vejo o homem criando em si o inferno
que o faz perdido pelo dinheiro e poder
mas creio na força da humanidade!

Soldados

Somos soldados fugidos da escola
perdidos nas ruas seguindo comandos
nas ruas, esquinas pedindo esmolas
abandonados e esquecidos aos bandos!

Somos soldados perdidos sem revolução
abandonados nos planos do país
que suborna corrompe vende a nação
sem se importar com o povo infeliz!

Somos o retrato atrás da cortina
escondidos na névoa e neblina
que os poderosos fingem se preocupar

mas, eles não perdem por esperar
pois, o dia deles por certo vai chegar
e a corrupção deles deixará de ser rotina!

Turbulência

Enquanto o mundo se agita em você
que grita por mais e mais paciência
que na agitação não consegue ver
ela só se desenvolve na turbulência!

Enquanto o mundo se agita em você
que na atribulação grita por paciência
sem parar em si apenas pra perceber
que na evolução ela precisa de turbulência!

O mundo lá fora se agita feito furacão
e você se perde cada vez mais em vão
sem tocar que aumenta a sua turbulência

porque você se apega a esta oração
de pedir mais e mais paciência
e os problemas dobram sua frequência!

Assovio

Solidão a dois de dia faz calor
na mesma hora em que faz frio
você não sai do visor
e sempre desespera com o assovio!

Solidão a dois de dia faz calor
e se a vejo eu me arrepio
pois sei que seu eterno amor
não resiste ao primeiro assovio!

Solidão a dois de dia é tanto calor
que mesmo quente provoca arrepio
mas você não me vê quando sorrio

ao gerar frieza intensa e ardor
na eternidade de um longo amor
e pode acabar por causa do assovio!

Regras do bem viver