sábado, 12 de setembro de 2015

Canteiros e jardins

A todo momento o amor em mim
por ti chama, grita e vibra
fazendo-me seguir um sem fim
na busca pela paz infinita!

A todo tempo o amor em mim
grita, vibra, sonha e permanece
feito flor brotando no jardim
numa dedicação que ainda prevalece!

A todo tempo o amor em mim
é um amor que não tem fim
e está comigo onde eu for

logo eu que nos canteiros e jardins
sei perceber de longe que em cada flor
falta exatamente a essência do seu amor!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...