Páginas

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Mundo, mundo

Mundo, mundo, vasto e belo mundo,
grão de areia na ampulheta do universo,
criador das rimas de sonho profundo
solicito a prosperidade a meu verso!

Mundo, mundo, vasto e belo mundo
celeiro celestial de sonhos e idéias
no qual é permitido viver um tudo
feito abelha a cooperar na colméia!

Mundo, mundo, belo e vasto mundo
onde meu coração pulsa com tudo
que ainda está na espera do porvir

alegrias,amores,o mais viver profundo
no coração que conjulga o verbo sentir
que ilumina o porque em meu existir!

Nenhum comentário: