quarta-feira, 1 de julho de 2015

Delicada louça

Ao acordar assim vendo suas coxas
descansando pousadas sobre mim,
a pele feito a mais delicada louça
penso que posso passar o dia assim!

Ao acordar assim vendo suas coxas
tão belas de meus sonhos e desejos
me entrego a amar tal divina moça
que me encantou com seus apelos!

Ao acordar com a visão de suas coxas
me entrego a amar tal divina moça
que me encantou com seus apelos

admiro ali tão rara e finíssima louça
se desmanchando em mim a cada beijo
que me perco em tanto ardor e desejo!

Nenhum comentário:

A oração e o divino