segunda-feira, 8 de junho de 2015

Último soneto

Este é o último soneto que eu faço
me declarando assim por você,
no mais desejo-lhe um abraço
vou buscar outro bem querer!

Este é o último soneto que eu faço
declarando meu doce querer
lamentando a falta do abraço
que nem chegou a acontecer!

Este é o último soneto que eu faço
lamentando a falta do abraço
que nunca chegou a acontecer

revelando o triste embaraço
de quem sempre teve este querer
mas, não viu nenhum corresponder!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...