terça-feira, 12 de maio de 2015

Restos de mim

Os pés descalços queimam no asfalto,
respiro no pó dos carros que vão e vem,
a vida veloz me toma e leva de assalto
enquanto sigo neste mais que querer bem!

Você olhou e fez que nem me viu
passando por mim veloz feito um avião,
olhou de lado como se eu fosse um vadio
pisando nos restos de mim no chão!

Os pés descalços queimam no asfalto
enquanto a vida a mim toma de assalto
sem me dar tempo para desilusão

e eu amo com todos os sobressaltos
que tentam me jogar ao chão
mas perdem a força diante de meu coração!

Nenhum comentário:

Andarilho