quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Ainda em tempo

Sinto que aí está você
olhando pra esta tela em pixels
tendo esperança que possa ser
mais azul o nosso céu!
Aqui estou eu
digitando o que não falo
porque a vida me bateu
e neste momento me calo!
Se possível for para a poesia
queria eu algo maravilhoso
irradiando imensa alegria
para ofertar ao meu povo
na esperança de esquecer a agonia
desejando a todos um feliz ano novo!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...