terça-feira, 30 de setembro de 2014

Onde foi parar a poesia

Onde foi parar a poesia
que enfeitava nossas canções
dando rítmo e harmonia
as dores, amores e paixões?
Onde foi parar o encanto
que havia em certas canções
que suavizavam mágoas sem acalantos
deixando sonhos e diatrações?
Onde foram parar os poetas
a brindavam o mel da vida
amenizando dor e ferida
que sempre entrava por uma fresta
para ferir em cada queda
quem era forte no dia a dia?

Nenhum comentário:

Intimidade com Deus