quinta-feira, 3 de julho de 2014

Minha guitarra

( lembrando os Beatles )

Eu olho vocês e o amor que aí dorme
Enquanto minha guitarra suavemente chora,
vejo o chão que precisa ser limpo e me comove
que o choro de minha guitarra não tem hora!
Eu não sei porque ninguém lhe disse
como desdobrar o seu imenso amor
enquanto pensava que era apenas tolice
não perceber que alguém o controlou!
O mundo continua tranquilamente girando
enquanto nossos erros vão nos ensinando
que a felicidade é bem vinda a qualquer hora
e somos reflexos do que vamos seguindo e acreditando
retratos dos nossos sonhos e boas ou más memórias
tudo isto enquanto minha guitarra suavemente chora!

Nenhum comentário:

Andarilho