quarta-feira, 2 de julho de 2014

Livre sacerdócio

Navego profundamente em seu olhar
nas curvas que derrapo em seu corpo
na ansiedade com que fico ao lhe beijar
como se o instante eterno fosse pouco!
Eu busco uma estrela em cada verso
para enfeitar os seus lindos cabelos
e sinto como é pequeno o universo
diante de seus lábios vermelhos!
Eu renasço em cada brilho do seu olhar,
renasço feliz todos os dias em seu sorriso
que me abre as portas do paraiso
e me faz todos os dias lhe esperar
no meu livre sacerdócio de lhe amar
pra ver que em seus braços não estou perdido!

Nenhum comentário:

Andarilho