sábado, 1 de março de 2014

Entre tropeços e espinhos

Não vá querer outra vez você
que eu morra sem o seu carinho
por que aprendi a sobreviver
entre tropeços e espinhos!
Não vá você por acaso desejar
que eu morra sem sua atenção
pois muito cedo aprendi a caminhar
em busca da nova emoção!
Não vá querer outra vez você
que eu morra sem sua atenção
ou mesmo sem seus carinhos
por que aprendi a sobreviver
em busca de uma nova emoção
surfando entre tropeços e espinhos!

Nenhum comentário:

Livre e de direito