Páginas

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Crônicas da Nemédia

“Saiba, ó Príncipe, que entre as eras que os oceanos
tragaram a Atlântida e as reluzentes cidades
e os Filhos de Aryas foram se levantado
houve uma era inimaginável com fantásticas sociedades;
Haviam reinos esplendorosos pelo mundo
como míriades de estrelas no firmamento
com suas lindas mulheres de olhares profundos
e torres de mistérios a inebriar o pensamento;
Não obstante, o mais orgulhoso de todos era Aquilônia, 
que dominava com supremacia no delirante oeste com força
 para onde se dirigiu Conan, o cimério, de cabelos negros,
de olhar feroz, frio e mortal feito peçonha
com a espada na mão e uma fúria louca
humilhou os tronos da terra por ter nascido sem medo!"

Nenhum comentário: