quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Uma partida de futebol

Tranquilamente ele arrumou a mochila,
guardou um pedaço de madeira com prego
sequer percebendo o olhar triste da filha
pois em seu intento estava cego;
preparou com zelo um coquetel molotov
afinal, só poderia usá-lo uma vez,
tomou rapidamente dois ou três engovs
para a bebida não lhe tirar a lucidez;
estava naquele dia muito feliz
por poder aproveitar bem o domingo
com os amigos de farra ao sol
e a todo instante estava a sorrir
já que o time adversário ia caindo
em mais uma partida de futebol!

Nenhum comentário:

Sonho real