Páginas

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

A cigana

A cigana não leu as minhas mãos
e sei muito que nem precisava
mas pôde ver em meu coração
todo o amor que transbordava!
A cigana viu que escondia em meus olhos
toda a força contida de uma grande paixão
que me prostra todas as vezes em que choro
e me deixa sem forças para levantar do chão!
A cigana tocou em meu rosto
e viu a dor que faz tanto desgosto
minar aos poucos minha resistência
e num gesto de caridade e paciência
ela olhou em meus olhos com sapiência
revivendo o ser que pensava eu estar morto!

Nenhum comentário: