domingo, 7 de julho de 2013

A poetisa

Que me perdoe quem pensa contrário
eu gosto do singular feminino poetisa
por que dentro deste meu viver diário
posso rimar este amor em minha vida!
O singular masculino poeta é diferente
com ele ás vezes rimo poeta com festa
festa que sempre faz o poeta contente
é rimar poetisa e brisa faz a alma de poeta!
Eu vivo em um tempo cruel e ágil
onde o amor também virou fast food
e as  pessoas se descartam todo dia
escolhendo sempre pelo caminho mais fácil
sem saber o quanto que cada um se ilude
e aqui eu, eu só tenho por defesa a poesia!

Nenhum comentário:

A oração e o divino