Páginas

quarta-feira, 1 de maio de 2013

O poeta de van

Todos vão de algum jeito, de carro,
de trem, a pé, mas eu vou de van.
Todos vão chegar, isto é fato,
eu talvez chegue amanhã!
Todos vão chegar de alguma de forma,
sozinhos, tristes ou acompanhados
pode até não ser uma norma
mas cada um responderá por seu fardo!
Todos terão que chegar um dia
seja ou não de seu agrado,
seja agora, depois ou amanhã,
e muitos terão a dor ou a alegria
de acordo com o valor de seu fardo,
mesmo assim o Eu poeta vou de van!

Nenhum comentário: