sexta-feira, 12 de abril de 2013

Lembrando Almeida Garret

Eu lhe vejo pescador da barca bela
que enfrenta com coragem a fúria e o mar
com a sua fibra, o remo e a vela
e esta vontade firme de continuar!
Não se ilude com o canto da sereia
que canta somente para lhe enganar
pois sabe e vê que na areia
tem alguém a lhe esperar!
Pescador da barca bela,
deita o lanço com cautela
que a sereia quer lhe desviar
com a melodia do canto dela
que a muitos ela já fez afundar
com tanta beleza que oferece no mar!

Nenhum comentário:

Andarilho