sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Tão estranho


Pesco palavras que a minha volta
rodeiam sempre a me procurar
para que ilustre a saudade remota
que quando mal vem resolve voltar!

Por isso pareço assim tão estranho
como se estivesse em dois lugares,
feito gado que se afasta do rebanho,
menino a brincar com malabares!

Pesco palavras de todos os lados
que vem e vão assim sem parar
igual a redemoinho na poeira

que gira no chão seco do serrado
variando por todo e qualquer lugar
sumindo e se desfazendo na capoeira!

Nenhum comentário:

Ter sucesso virou moda