Páginas

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Venenos e caipirinhas

Não quero que faça o que não posso pedir,
não posso pedir o que não deve fazer,
se tentarmos mesmo que de leve insistir
nós só teremos muito a perder!

Todos os dias eu passo no mesmo lugar
e ás vezes é muito difícil de acesso
mas ainda assim é o plano linear
onde a paz é de todos e não tem preço!

Ontem a noite conheci uma moça tão sozinha
e ao ver tanta solidão sabia que era minha
uma dor que não se divide assim num bar

enquanto uns degustam venenos e caipirinhas
eu procuro apenas um local onde descansar
de todas as histórias que não quero escutar!

Nenhum comentário: