Páginas

domingo, 9 de setembro de 2012

Destinos!?

Quem vai chorar o corpo
Inerte, triste e desfigurado
No campo da batalha e do desgosto
Que agora jaz nu e mutilado?

Quem avisará a mãe
A tragédia pessoal do filho
Que sem alguém que o acompanhe
Tombou aos poucos sem brilho?

Quem socorrerá a amada
Que de dor e desespero
Abalada em seus princípios

Ao ver tanta dor e mágoa
Mesmo sentindo medo
Optou pelo suicídio?

Nenhum comentário: