segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Centelha.

Dê-me por um tempo o teu beijo
Para que eu finalmente possa sentir
Se realmente o teu desejo
Faz ou não o meu sorrir!

Dê-me teu néctar e tua carne
Para que eu possa me saciar
E pode até fazer charme
Por que é bom na hora de amar!

A tua boca carnuda e vermelha
Encontra em minha fúria louca
Este desejo fixo em teu olhar

Por que este amor é a centelha
Que em meu peito a queimar
Faz-me selvagem beijar tua boca!

Nenhum comentário:

Intimidade com Deus