quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Quadrante IV


Diferente de tudo que existe,
Sou vários ao mesmo tempo.
Se sou alegre, sou triste.
Se sou a felicidade, sou o sofrimento!

Diferente de tudo que há,
Sou tanto de vários sentidos.
Se sou unir, sou separar.
Se sou arredio, sou amigo!

Como tudo que há na vida,
Sou diferente em cada emoção,
Transformando feito mutante.

E se tenho a alma ferida,
Não dou meu coração.
Por ter/ser vários quadrantes!

Nenhum comentário:

Intimidade com Deus