quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Ás vezes.

Às vezes tu me procuras
só para realizar teus desejos
sem acatares a minha ternura
e nem a docilidade de meus beijos!

Às vezes tu vens a mim
para brincar com meus sentimentos
sem veres que estou no fim
perdendo-me no sofrimento!

Às vezes teu egoísmo
é o reflexo de minhas entregas
e eu tento me revoltar

mas de ti eu preciso
mesmo vivendo ao teu lado em trevas
porque não consigo deixar de ti amar!

Nenhum comentário:

Andarilho