Páginas

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Traumas e feridas

Agora sigo por um caminho
que não foi traçado á esmo
e acompanhado ou sozinho
aprendi a seguir sem medo!

E por permanecer assim sou feliz
por ter o único motivo a me guiar
nas vielas do Oiapoque a Madri
mesmo sem saber o que vou encontrar!

Jamais deixarei de crer que o amor
é a força motriz do meu coração
que me eleva nos descaminhos da vida

onde a felicidade se fez em flor
vibrando tanta paz e emoção
capaz de curar traumas e feridas!

Nenhum comentário: