terça-feira, 3 de julho de 2012

Procura

Tanto tempo se passou
e eu não te encontrei.
Se fez frio ou calor,
sempre te procurei!
Nas vinhas de minha infância
te procurei até anoitecer
e não perdi a esperança,
apesar de sempre te perder!
Para cada lugar que passei,
para cada angústia sentida,
para cada emoção sem fim... 
Te procurei em minha vida,
nas flores e jardins,
e só sei que perdi porque procurei!

Nenhum comentário:

Andarilho