quarta-feira, 4 de julho de 2012

Pra terminar.


Hoje a liberdade
Fala mais alto em meu peito
E me deixa satisfeito
Por ver de perto a igualdade!


Hoje a minha terra 
Está ao alcance dos pés, 
E por ter tido fé 
Viverei em paz sem guerras!


Tanto tempo oprimido 
Sem que eu pudesse ver, 
E agora é mais forte...


Mas trago em mim o sentido
De que para bem viver 
É só superar o medo da morte!

Nenhum comentário:

Se reinventa