segunda-feira, 23 de julho de 2012

Perdido amor

A dor que trago no peito
é a que me fez ir embora
justo e bem na hora
em que estávamos satisfeitos!
Mas, sempre foi assim
em meus caminhos pela vida
quando encontrava o jardim
era o momento de partida!
Tento ser diferente
e não carregar rancor
mas minh'alma simplesmente
parece que gosta de dor
para que eu siga descontente
em busca de um perdido amor!

Nenhum comentário:

Sozinhos na multidão

Sozinhos na multidão vivemos cada vez mais isolados, no século da comunicação não percebemos quem está do l...