sexta-feira, 22 de junho de 2012

Seguir a vida.

Depois que você foi embora,
Muita coisa mudou
E aquele forte amor
É lembrança de outrora!


Não vá me procurar
Quando eu estiver recuperado,
Pois ao reaver a força para caminhar
Não tenho mais tempo para o passado!


Não sei o que querem de mim 
Nem sei o que quero dos outros, 
Só não crio despedidas;


Talvez eu esteja no fim,
Vagando perdido feito um louco,
Mas é preciso seguir a vida!

Nenhum comentário:

Sozinhos na multidão

Sozinhos na multidão vivemos cada vez mais isolados, no século da comunicação não percebemos quem está do l...