sexta-feira, 22 de junho de 2012

Página virada.

Saia do meu caminho,
Prefiro viver assim 
Agora que estou sozinho. 
Sei que a solidão não é o fim!


Dói meu peito e minh’alma 
E meu coração queima por dentro, 
O qual já perdeu toda calma 
Com a fúria dos sentimentos!


Eu a chamei de querida,
De musa idolatrada, 
Mas no livro de minha vida 


Você é história passada 
Que não deixou carinho ou ferida,
Só uma página virada!

Nenhum comentário:

Intimidade com Deus