sábado, 16 de junho de 2012

Quando você for embora

Quando você for embora
tudo, tudo há de mudar
e ficará na memória
nosso jeito de amar!


As flores por certo murcharão
com os espinhos também
e dentro de meu coração
não entrará mais ninguém!


Meus olhos constantemente
hão de estar encharcados,
meu riso não será como o de agora


e quando eu me ver contente
pensarei com certeza estar enganado!
Isto tudo, é claro, quando você for embora!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...