terça-feira, 26 de junho de 2012

Princesa

Eu que vaguei por um reinado
Sem trono por ser plebeu,
Andando qual louco desesperado
Atrás de um sonho que não é meu!
E sigo assim meu caminho,
Amando-te com devoção,
Sonhando com os carinhos
Que se originam em tuas mãos!
Mas a vida corre o tempo,
E o tempo corre a lembrança
Na qual um dia eu fui criança
Tentando esquecer o sentimento
Que supera a minha razão
E dá forças ao meu coração!

Nenhum comentário:

A oração e o divino