Páginas

sábado, 16 de junho de 2012

Paciência

O mundo se desespera,
faz guerra a procura de calma.
O corpo doído desacelera
pedindo por paz na alma!

Esperamos que o mundo nos dê
tudo que deveríamos ter feito
valorização pelo bem viver,
sentimentos nobres no peito!

O mundo se desespera
e procura por paz nas ciências
enquanto morremos dia a dia,

já o meu peito desacelera
por que encontro paciência
no Eu-Poeta que me dá a poesia!

Nenhum comentário: