domingo, 17 de junho de 2012

O meu chorar.


Você se foi assim tão de repente,
não deixou nem um bilhete na mesa,
e hoje só, rancoroso e descontente
perdi toda a minha firmeza!


Você se foi de madrugada
deixando meu olhar no vazio.
Hoje sigo por uma estrada
tentando esquecer o caminho!


Busco aplacar esta dor
que carrego no peito tão triste
sem saber se neste mundo existe


alguém que me dê o amor
que acabe com o meu chorar
e me ensine novamente amar!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...