sexta-feira, 22 de junho de 2012

Meu poema


Meu poema mudou bastante.
Não conserva a pureza de antes,
De crer que sendo criança
Eram minhas a fé e a esperança!
Meu poema hoje é triste,
Mas segue acreditando
Que se o amor ainda existe
É o que faz seguir acreditando!
Meu poema foi alegria,
Hoje é só amor,
Contagiando-se na alegria
De tal forma que hoje crê
Que por maior que seja a dor,
Está pronto para vencer!

Nenhum comentário:

Andarilho