sexta-feira, 22 de junho de 2012

Medo.


Aqui neste momento estou eu.
Onde estará você?
Será que se perdeu
ou conseguiu me esquecer?


Aqui a dor no peito
reflete a dor da alma
e nem penso direito
por ter perdido a calma!


Tenho medo de ir a frente,
medo de olhar para trás,
medo de ser posto de lado,


medo de ficar contente,
medo de minhas gerais,
e o pior: de não ser amado!

Nenhum comentário:

Andarilho