sábado, 16 de junho de 2012

Furor ameno

Hei! Eu ainda sei que você
vez ou outra pergunta por mim
e sou obrigado a dizer
cultivo as flores de nosso jardim!

Quando perguntam os amigos
o que tenho em meu coração
disfarço com um sorriso
e minto que tenho outra paixão!

Porém, nós sabemos que no fundo
por mais vasto que seja o mundo
para nós ele sempre será pequeno

por termos o mesmo sentimento
que nos leva ao sabor do vento
por ser nosso este furor ameno!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...