terça-feira, 26 de junho de 2012

Feras perdidas.


Nesta selva de pedra,
Sem poder se encontrar,
Cada passo é uma queda
Que aos poucos faz sangrar!


Tentando fazer do destino
Algo mais do que sofrer,
Já perdeu o próprio tino
Na angústia de viver!


E agora é caminhar,
Esquecendo as despedidas
Para mais tarde se encontrar


Nos descaminhos da vida,
Sem forças para chorar.
Assim vivem as feras perdidas!

Nenhum comentário:

Regras do bem viver