Páginas

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Fazendo a sorte


Quero gritar contra a impunidade
mostrando assim o meu ser
que luta contra a iniquidade
para feliz renascer!
Quero lutar contra o mau
que está sobre a terra
fazendo do meu ideal
a recuperação deste pós-guerra!
Não quero tratamento de dor,
nem tortura a choque.
Tampouco vou guardar rancor.
Caminharei de sul a norte
tendo por estandarte o amor
fazendo minha própria sorte!

Nenhum comentário: