terça-feira, 26 de junho de 2012

Dor da fuga


Pensei que poderia
Fugir de meu destino
Sonhando a alegria
De viver em desatino!
Pensei que era fácil,
Mas vi que o impossível
É esquecer a tua face
E este desejo tão incrível!
Pensei até conseguir
Te esquecer de uma vez,
Renegando teu amor...
Mas perdi a lucidez
Criando imensa dor
Na angústia de teu olhar fugir!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...