segunda-feira, 25 de junho de 2012

Dois.


Nossa vida é sempre assim:
eu vagando pelo mundo
com você longe de mim,
dor e sentimentos profundos!


É sempre assim com nós dois:
eu em busca de seu amor,
você me jogando para depois
sem saber de minha dor!


É sempre assim com este sonho
que insisto em acreditar em você
que prefere não acreditar em mim


e para sobreviver apenas componho
na vã tentativa de lhe esquecer
com esta emoção que não tem fim!

Nenhum comentário:

De Victor Hugo a Frejat

Soneto I Eu lhe desejo de todo coração que você seja muito, muito feliz, que seja o dono de sua emoção e no amor...