sábado, 16 de junho de 2012

Depois da tempestade

Muitas dores me abateram, 
Mas eu sobrevivi.
Muitos fatos ocorreram,
E eu não me esqueci!
Tentei me encontrar
Salvando o que de mim restava.
Só consegui me desesperar, 
Mais perdido do que estava!
Fui aos inferninhos 
Em busca da felicidade 
Para acabar assim sozinho,
Por saber que agora é tarde, 
Procurar por um caminho 
Depois da tempestade!

Nenhum comentário:

A oração e o divino