Páginas

domingo, 24 de junho de 2012

Contratempo



Conto com sofreguidão 
Os minutos para lhe ver.
Perco e prendo a respiração
Quando estou diante de você!
Sofro em todos os instantes
Que nos separam um do outro,
E só de avistar seu semblante
Meu coração pulsa louco!
Corro contra o tempo
Na esperança de revê-la
E meu maior sentimento
É que ao tentar mantê-la
Posso vir a perdê-la
Sem que saiba o que tenho por dentro!

Nenhum comentário: