Páginas

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Chorando na chuva

Caminhando pelas ruas
Feito um bêbado perdido
Vou chorando na chuva
Procurando por meus sentidos!
Você não sabe por certo
A dor que há em mim
E mesmo quem está perto
Não pode ver o meu fim!
Por isso eu sigo a vida
Superando a agonia
Que se transforma em loucura.
Mas sei que as feridas
Morrem no dia-a-dia,
Enquanto vou chorando na chuva!

Nenhum comentário: