segunda-feira, 25 de junho de 2012

Atemporal.


A cada milênio em que você volta
pra me provocar com suas convicções
eu tento fechar todas as portas
em que você entra em minhas emoções!


A cada milênio em que você vem
dizendo que somente a mim ama
me liberto das amarras que me retém
e satisfaço minhas liberdades em sua chama!


A cada milênio em que você parte
dizendo que precisa se encontrar
pedindo para que não deixe de lhe esperar


tenho vontade de junto com minha arte
para sempre desaparecer, sumir
mas, como eu a amo espero sempre aqui!

Nenhum comentário:

Se reinventa